O chamado ministerial , é uma convocação divina a uma pessoa , para que está trabalhe com dedicação , realizando as obras do reino de Deus aqui na terra . A bíblia cita-nos muitos exemplos de pessoas que foram convocadas por Deus e dedicaram sua vida inteiramente  ao ministério .

De acordo com a bíblia estas pessoas receberam uma capacitação divina para a realização do serviços de Deus através do Espirito Santa .

De acordo com a Bíblia sagrada o senhor “chama ” ou convoca pessoas para fazer certas coisas relacionadas ao reino de Deus .

Em um sentido geral, Deus chama todos os homens para receber a salvação e redenção que só pode ser encontrado em seu filho Jesus Cristo.

O vocação ministerial é uma chamado para o ministério do reino de Deus .

Este chamado ministerial é mais do que apenas um convite , porém , é um comando como descrito em Atos 17:30 .

Assim, Deus chama e comanda todos os homens em todos os lugares para se arrepender e receber Jesus Cristo como único senhor e salvador.

Embora esta vocação seja para todos os homens, é uma chamada individual ou pessoal,intransferível para outra pessoa.

Deus pessoalmente e individualmente convida e comanda cada indivíduo a participar das bênçãos de sua redenção.

Esta chamada é operada externamente pelo Evangelho 2Thes. 2:14 e interiormente pelo Espírito Santo.

Todos os que recusam o chamado gracioso de Deus para a salvação serão individualmente responsabilizados por sua decisão.

Assim que alguém tiver respondido ao chamado à salvação e recebido Cristo,inicia-se outro processo.

Esta pessoa é convidada a maturidade moral.Tais mudanças que afetam a conduta de uma pessoa só são possíveis pela intervenção do Espirito Santo.

Após alcançar uma vida santificada,longe dos deleites da carne o senhor prepara está pessoa para uma nova etapa.

É o chamado de Deus individual para um ministério específico. O senhor tem chamado os indivíduos para ministérios específicos por milênios.

Ele chamou Abrão de entre seus parentes,.Moisés fora do Egito,e Arão de entre os levitas.Deus tinha certos deveres que ele queria que eles executassem. O senhor também chamou muitos outros na Bíblia para certos ministérios.

Um chamado de Deus a um ministério é um chamado alto e celestial.Infelizmente, é levado de ânimo leve por alguns ministros hoje, se eles são realmente chamados.

Paulo foi chamado para ser um “apóstolo”, “pregador” “e ” professor “dos gentios.E ele nunca perdeu de vista a sua vocação. Ele permaneceu ativamente engajado em seu ministério até o dia de sua morte.

O senhor ainda chama os homens para outros chamados ou vocações como pastores, evangelismo e ensino.A finalidade desta vocação é muito clara.

Veja,ele chama e fornece esses homens para a igreja, para o “aperfeiçoamento dos Santos ” EF. 4:11 -12.

O chamado ministerial não é para honrar homem algum

A vocação ministerial nunca foi para honrar homem algum,pelo contrario.Deus através de seus ministros oferece cuidado e orientação a sua igreja.Assim,ela pode continuar crescendo e se aperfeiçoando.

A conscientização do chamado ministerial

Para muitos crentes uma das coisas mais difíceis e evasivas que eles sempre encontram é compreender a vontade de Deus para sua vida.

chamado ministerial

Outros parecem conhecer o caminho que Deus os faria viajar, mas simplesmente hesitam em segui-lo.

Cristo é nosso melhor modelo de Servo de Deus,se nossa vida cristão é baseada em Jesus podemos ter a certeza de que estamos no caminho certo.

Ele não somente compreendeu a vontade de Deus mas decidiu viajar por este caminho,mesmo em momentos de dificuldade.

Não há nada como um rápido olhar para a Bíblia para esclarecer que Cristo se refere a si mesmo como um “professor “.

Quando o Espírito Santo registrou o ministério do senhor nas Escrituras, ele geralmente colocou-o “ensinando “.

Olha para Mateus. 4,23 por exemplo;

“e Jesus percorria toda a Galiléia, ensinando em suas sinagogas, e pregando o evangelho do Reino. “

Retirado da bíblia sagrada

Veja também Mateus 9,35, Mateus. 11,1; Atos 5,42, atos 15,35 em suma, a pregação é principalmente para os perdidos e ensino é para os salvos.

Com toda certeza o ministério de Jesus era voltado ao ensino.Ele sabia perfeitamente qual era a vontade de Deus para sua vida,onde seria útil na seara do pai.

Deus é perfeito em tudo,enquanto a pregação é para os incrédulos o ensino é para os crentes.Visando o aperfeiçoamento de seus filhos.

Nenhum pastor pode esperar que sua igreja realmente cresça na graça de Deus a menos que ele tenha um ministério de ensino eficaz.

Claro, ele deve ser um professor primário. É por isso que a Bíblia estipula que um pastor seja “apto a ensinar. ” Infelizmente, alguns pastores não estão aptos a ensinar.

Parte da razão é que eles têm pouco para ensinar, porque eles sabem relativamente pouco. Outra razão é que eles não pensam que o ensino é tão glamoroso como pregar e gastar pouco tempo aperfeiçoando suas lições e abordagens.

Uma vez que Deus chama uma pessoa para um ministério ele deve estar capacitado para o serviço. Quando alguém se rende ao chamado, ele não é imediatamente preparado para o Ministério.

Na verdade, quando o irmão é chamado, ele essencialmente não tem ministério. Deus deve capacitá-lo como ele capacitou a  Paulo e os demais apóstolos.

E agradeço a Jesus Cristo, nosso Senhor, que me permitiu, por isso me considerou fiel, colocando-me no ministério; [1º Timóteo 1:12]

Dou graças a Cristo Jesus, nosso Senhor, que me deu forças e me considerou fiel, designando-me para o ministério Retirado da bíblia sagrada 1º Timóteo 1:12

 

Antes que Paulo fosse realmente colocado em um Ministério completo, ele passou três anos em treinamento e instrução [Gálatas  1:18].

Todo ministro deve aprender a Bíblia e os caminhos de Deus antes que ele possa ser plenamente efetivo no serviço de Deus.

Contrariamente à crença popular frequentando uma escola bíblica não garante que está pronto para um Ministério.

Às vezes,o ministério pode ser realmente muito difícil. Paulo foi naufragado e chicoteado.

Outros sofreram através de terríveis provações, assim como Cristo,devemos suportar a dureza como um bom soldado [2º Timóteo 2,3] e colocar nossos fardos sobre o senhor.

Eu bem sei que isso é mais fácil dizer do que fazer, mas é o caminho de um ministro de Jesus Cristo.

O mau uso do chamado ministerial

Bom,eu já fui bem mais imaturo que hoje,não sabia discernir entre a mão direita e a esquerda.

Qualquer pessoa que fosse um pregador para mim era uma benção.Agora com 16 anos que conheço a graça de Deus e 9 (nove) anos de ministério me considero um pouco mais sábio.

Por que, você pode perguntar? Porque depois de alguns anos de ouvindo, assistindo,e estudando pregadores e analisar o seu modo, método e motivação para a pregação, eu percebi muitos pregadores muitas vezes pregarem para impressionar as pessoas mais do que para ministrar às pessoas.

Eles parecem mais apaixonados pelo ato da pregação do que com o propósito de pregar. O ego egocêntrico do homem não é erradicado quando é chamado a pregar.

É uma influência poderosa da carne, satisfazendo um desejo egoísta ou ambição a ser aplaudido como um talentoso, inteligente,poderoso, brilhante, etc, pregador por suas habilidades.

O ego do homem é o epítome do orgulho. Ele adora atenção positiva e notoriedade. A única coisa que ele pode desejar mais é ser amado, admirado, e “apreciado. ” isso está em contraste com a atitude que um crente em Cristo deve ter ?

Cristo disse mais de uma vez que se alguém queria segui-lo antes deveria negar-se a si mesmo.

Paulo disse que os crentes devem fazer-se de nenhuma reputação, e ser um servo humilde. Estou convencido de que o maior inimigo que um cristão tem não é o diabo ou o mundo, é o sua própria vaidade.

Esta auto fixação ou ego é a luxúria e o orgulho do homem “a luxúria da carne, a luxúria dos olhos, e o orgulho da vida “!

Pessoalmente,acredito que temos muito mais dificuldades tentando segurar a carne do que  lidar com o mundo ou o diabo.

Infelizmente, esta carne não crucificada tem residido entre os pregadores, bem como todos os outros crentes, desde o início.

Em vez de pregar a partir de puros motivos piedosos apenas para ajudar os outros e agradar a Deus.

Ela,a carne tem segundas intenções e secretamente procura impressionar as pessoas,um verdadeiro show.

Pregar não é um “esporte competitivo”, é o meio que Deus estabeleceu para salvar aqueles que estão perdidos e para edificação daqueles que são salvos.

O valor de um chamado ministerial

Quando um homem é chamado para o Ministério, qual é o fim de sua vocação ? Para que propósito ele foi chamado ? Embora muitos pareçam ter desvisto esta passagem, Efésios 4,11 -13 é claro.

Em suma, o Ministro é chamado por Deus a fazer cristãos melhores,para torná-los mais parecidos com Cristo.

À luz disso, o que a bíblica afirma é que o principal dever e obrigação de um ministro é orar,para ter condições de  aplicar uma pregação poderosa, ensino vibrante, aconselhamento efetivo, etc.

Ai de nós se não voltarmos ao básico. Ai se negligenciarmos nossa mordomia e vocação.

Pastor Luis Alberto

Chamado Ministerial
5 (100%) 3 votes