Daniel na cova dos leões

A história de Daniel na cova dos leões deu-se durante o império de Dario . Este para otimizar a administração do reino tomou a decisão de nomear administradores em todo o reino.

Nomeou 120 (cento e vinte) pessoas escolhidas por ele para que administrassem o império de modo estratégico.Colocou ainda outras 3 (três) pessoas responsáveis para supervisionar os administradores,um deles era Daniel.

Assim como no reinado de Nabucodonosor,Daniel se destacou como supervisor.O trabalho prestado por ele era tão eficiente que agradava ao rei.Este já pensava em coloca-lo a frente de todos os lideres no seu governo.

A conduta de Daniel era perfeita diante do rei e diante de seu Deus, a quem servia continuamente.Seus companheiros de governo procuravam algum meio para que pudessem acusa-lo de alguma coisa mas nada conseguiam.

A intenção era prejudica-lo,aponta-lo como um traidor,arruinando sua imagem com o rei e derruba-lo de sua posição no reino.A bíblia aponta o sucesso de Daniel como sendo resultado de sua fidelidade a Deus.

Após muitas tentativas sem sucesso,então deliberaram que o único meio de acusa-lo era em algo que estive-se relacionado a fé que ele tinha em seu Deus.O qual servia dia e noite atribuindo suas habilidades como sendo um presente de Deus.

Eles sabiam que Daniel nunca transgrediria a lei de seu Deus.Ele estava acima de qualquer coisa em sua vida,acima até mesmo que sua própria vida.Há anos a rotina da vida de Daniel era observada.E não houve um único dia em que ele deixou de orar e realizar suas petições a Deus.

Armaram então uma cilada com o objetivo de o acusarem de traição.Foram até o rei e fizeram-no assinar um decreto com algumas proibições.

  • Ninguém deveria orar a algum Deus;
  • Ninguém deveria realizar uma petição a qualquer homem;

Qualquer pessoa que descumpri-se o decreto assinado e selado pelo anel do rei seria considerado um traidor.A penalidade seria aplicada com severidade.tais pessoas deveriam ser lançados na cova de leões na mesma hora.

O decreto do rei Dario

O decreto de fato foi assinado e selado com o anel real.E de acordo com as leis dos medos e persas,um documento selado pelo anel do rei era irrevogável e nunca poderia ser alterado.

Ao ficar sabendo desse acontecimento Daniel foi para a sua casa e entrou no seu quarto.Abriu as janelas e orou ajoelhado ao seu Deus como costumava fazer. Os administradores espionaram Daniel,pois orava todos os dias 3 (três) ao dia.Quando o avistaram orando como de costume foram até a presença do rei relatar que havia um traidor no reino.

Disseram;Olha,achamos um homem no reino que descumpriu o seu decreto oh rei Dario.

Daniel é jogado na cova dos leões

Assim que ficou sabendo sobre a situação o rei ficou muito entristecido e decidiu livrar a Daniel.O rei exitou durante todo o dia em ordenar que ele fosse lançado na cova dos leões.Pois queria salvar a vida de Daniel,para que este não fosse jogado na cova dos leões,pois sabia que era inocente.

Os administradores insistiam com ele dizendo:Lemba-se que a lei foi selada com o anel real e por isso não pode ser revogada.

Não podendo mais exitar pois o dia já estava terminando foi então ordenado que fosse de fato fosse jogado dentro da cova dos leões.E o rei disse a Daniel:”Que o seu Deus a quem você continuamente serve, o livre!” – disse o rei com pesar,pois sabia que Daniel era inocente.

Foi colocada uma pedra sobre a cova e a mesma foi selada com o anel do rei.O rei voltou ao palácio mas naquela noite não conseguiu comer e dormir pensando em Daniel.

No dia seguinte levantou-se ainda bem cedo,ao nascer do sol e correu rapidamente até a cova dos leões onde Daniel havia sido jogado.

Antes mesmo de chegar gritou em alta voz:

“– Daniel, servo do Deus vivo, dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões?


 Daniel cp 6:20

Deus fecha a boca dos leões

Daniel respondeu ao rei:

Ó rei, vive para sempre! O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; e também contra ti, ó rei, não tenho cometido delito algum.


Daniel Cp 6:21,22

Para todos o mais provável era que Daniel tinha sido despedaçado pelos leões.Mas um milagre aconteceu para a surpresa de todos Deus fechou a boca dos leões e livrou seu servo porque era inocente.

Os acusadores são lançados na cova

Ao ouvir a voz de Daniel o rei ficou muito feliz,e ordenou para que o retirassem da cova imediatamente.Também ordenou que as pessoas que acusaram a Daniel fossem lançados na mesma cova,eles,suas mulheres e seus filhos.E de acordo com o relato bíblico antes que chegassem ao fundo da cova foram despedaçados pelos leões.

A nova ordem do rei Dario

Após o evento Dario escreveu uma novo decreto e enviou para todo seu grande império dizendo:

Da minha parte é feito um decreto, pelo qual em todo o domínio do meu reino os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel; porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre, e o seu reino não se pode destruir, e o seu domínio durará até o fim. 


Daniel cp 6: 27

A confiança de Daniel estava no Deus que tem em suas mãos a caneta que escreve a história,e ele não comete erros.A confiança de Daniel era tal que livrando-o Deus ou não o mais importante para ele era glorificar a Deus com sua vida.

Em todos os seus dias não houve um momento em que alguém pude-se questiona-lo sobre sua fidelidade ao seu Deus.

Daniel na cova dos leões
5 (100%) 1 vote