Líderes religiosos são removidos do rodízio de quarentena em PE

O governo do estado de Pernambuco incluiu como uma atividade de importância do trabalho realizado por líderes de todos os segmentos religiosos, permitindo, assim, que estes deslocar-se em templos, ou em estúdio para gravar ou transmitir a celebração através da internet durante o rodízio de veículos em quarentena, o que acontece entre 16 e 31 de maio nas cidades de Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata.

Também eximidos de medição de um grupo de técnicos envolvidos na transmissão. Adicionar o serviço na lista de itens de primeira necessidade, para o período de quarentena, foi publicado nesta sexta-feira (15), no diário Oficial do Estado.

“Actividades de preparação, gravação e transmissão de missas, cultos e outros feriados religiosos através da internet ou outros meios de comunicação, que são realizadas nas igrejas, templos ou em outros locais adequados”, diz o texto do decreto número de 49.024.

Gerenciamento de estado explicou que as alterações no decreto original, publicado na segunda-feira, 11, foi a “operação adequada, social e espiritual [que os líderes religiosos prestam] a sociedade”.

Novas categorias também foram incluídos entre os que não conseguirem ao rodízio de veículos, como empregados, supermercados, padarias, farmácias e postos de gasolina, além de trabalhadores de vigilância e zeladoria, assim como os funcionários das empresas de utilidade pública, transporte público e metroviários. Todos os trabalhadores autorizados a circular livremente pelas cidades devem, contudo, ter uma declaração do empregador, no caso, se eles são tratados em pontos de observação.

Todos os profissionais que consideram as crianças nos lares dos trabalhadores, a saúde e a segurança, também começou a ser visto como o basic. De acordo com o Governo de Pernambuco”, a propósito, para se certificar de que essas duas categorias podem continuar a desenvolver esforços para garantir a segurança e preservar a vida durante o tempo de quarentena”.

O documento afirma: “os Serviços de assistência e cuidados de crianças, filhas de profissionais de saúde e de segurança pública, que precisam se ausentar de casa para trabalhar”.

O rodízio de veículos, que será adotado a partir de 16 de maio não prevê as regras de trânsito para os veículos que serão capturados, circulando em dias proibidos. Carros com numeração da placa encerrado em números pares, terão permissão para circular dia de pares.